Marcado: Audac

Audac volta com som ensolarado: veja o clipe de “Hollanda”

Audac – Foto: Reprodução / Facebook

Depois de algum tempo sem novidades, o Audac está com música e clipe inéditos: Hollanda é a nova canção do grupo. Passados alguns anos desde que o conjunto ganhou alguma projeção em 2013 com uma vibe meio sombria, a banda retorna com um som bem mais ensolarado – confira no fim do post.

Hollanda é uma homenagem a Orlandina, a vó da vocalista Alyssa Aquino. “Ela não gostava desse nome e mudou para Hollanda. Dona Hollanda. Ela faleceu em 2015 e essa música é para ela”, contou Alyssa ao Defenestrando.

O clipe também vem carregado de lembranças, já que as imagens em super-8 foram feitas por Clésius Aquino (pai de Alyssa), provavelmente, no fim da década de 70 ou início da década 80. O vídeo mostra uma Curitiba nostálgica, bem como cenas de uma viagem pela rota de trem entre Paranaguá, Antonina e a capital.

Atualmente, o Audac é Alyssa e Matheus Reinert. Em Hollanda, há a participação especial de Yan Lemos e do produtor BRZLN AIR. Novas músicas estão nascendo e o Audac deve lançar mais material ainda neste ano. Enquanto isso não acontece, curta o som e o clipe lançados no último sábado, dia 15/07:

E mais!
* Cora apresenta dream pop intenso em EP de estreia
* Marrakesh conta sobre tocar no Primavera Sound
* “A dor dos outros não dói”, diz Diego Perin
* Assine nossa newsletter!

DefNews #01: Katze, Mulamba, Audac, Darlene Lepetit, Lux Mundi

DefNews é o boletim de coisas que eu deveria colocar em posts separados, mas que eu me enrolei, perdi a hora certa de publicar e acabei juntando tudo em um post só (tudo isso, óbvio, referindo-se ao universo da música alternativa em Curitba). Vamos lá:

* * *

Katze é o projeto solo de Katherine Finn Zander, uma das integrantes da girl band Cora. Ela prepara o lançamento de seu EP de estreia: Moon Phases of a Relationship está previsto para chegar ao mundo ainda neste mês (tem mais informações sobre isso lá no site da Vista). Em meados de fevereiro, ela soltou o vídeo de Waxing Moon, o primeiro clipe do projeto. Ilustrando bem o que a canção tem de indie eletrônico suave, o vídeo foi produzido pelos Rasputines e protagonizado pela própria Katherine e seu dog, o Lobo – “Um cachorro como poucos: oferecido, derretido e que nunca passa despercebido. Logo, o melhor indivíduo para protagonizar esse clipe, que conta a história do começo de uma relação com um cara que lembra muito um dog fofo e vira-lata, desses bem sem-vergonha”, diz a descrição do vídeo no YouTube.

A Mulamba também prepara o lançamento de seu primeiro EP. O compilado deve sair no máximo até o fim do semestre, mas a faixa Provável Canção de Amor para a Estimada Natália foi lançada na última edição da revista digital QRtunes. Clique aqui para ter acesso à revista – mas você vai precisar de um leitor de QR code para conseguir ouvir a música. A Mulamba é uma das bandas mais impactantes a surgir no cenário curitibano nos últimos anos e, enquanto o resto do EP não é lançado, eu aproveito para avisar por aqui que, no último fim de semana, bati um papo sensacional com a violoncelista Fer Koppe, uma das integrantes do grupo – e o resultado dessa conversa será publicada em forma de entrevistão aqui no blog. Em breve, num Defenestrando perto de você.

Mulamba no QRtunes – Imagem: Reprodução

Darlene Lepetit já tem uma das músicas mais grudentas do ano: Passinho da Passiva é o primeiro single da cantora – e a canção é tão divertida quanto o clipe que a acompanha. O vídeo foi gravado com dançarinas e dançarinos fazendo os movimentos que lhes dão na telha em frente à câmera e em meio aos cenários mais variados da cidade de Petrópolis, no Rio de Janeiro. Eu já estou aqui te avisando que, se você der play no clipe abaixo, o refrão vai ficar grudado na sua cabeça por um ou dois dias:

O Audac andava sumido, mas, finalmente, houve um sinal de vida: no último domingo (12/03), a banda publicou uma foto no Facebook com seus integrantes no estúdio Gramofone, em Curitiba. “Agora é de verdade! Em abril, sai um single”, dizia a legenda. O grupo está com a formação bem diferente em relação à que participou da gravação do primeiro disco, homônimo, deliciosíssimo, lançado em 2014 e produzido por Gordon Raphael (The Strokes, Regina Spektor).

Foto: Reprodução / Facebook

Tem rolê legal em Curitiba neste sábado (18/03): Lux Mundi, um festival dearteano. Quem já foi ao DeArtes, sabe do universo paralelo que é o campus da UFPR localizado bem no meio do Batel – agora, imagina um festival durante uma tarde inteira lá. “No dia 18 de março, universitários, artistas, universitários artistas, artistas universitários e seres mágicos abrirão um buraco no espaço-tempo para fazer dessa festa uma verdadeira luz no mundo de Curitiba”, diz a descrição do evento. Haverá shows com as bandas Obake, Os Freakadélicos, Pompeu & Os Magnatas e Expresso Vermelho, além de discotecagem, oficinas, performances e graffiti. Ingressos antecipados já estão à venda por R$ 15 e o evento é restrito a maiores de 18 anos. Confirme presença e saiba mais no Facebook.

Imagem: Reprodução / Facebook

Entre em contato e mande o seu som ou sua ideia de post/sugestão de pauta no e-mail defenestrandoblog@gmail.com